sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Sandro Rosell renuncia à presidência do Barcelona após polêmica envolvendo a compra de Neymar

A novela envolvendo a compra de Neymar pelo Barcelona junto ao Santos está longe de acabar. Sandro Rosell, presidente do clube espanhol até ontem, acabou renunciando ao cargo na tarde desta quinta-feira (23/01) para tratar da sua defesa no escândalo da divergência de valores na transação do craque brasileiro. Segundo o ex-mandatário, as cifras do negócio ficaram em 57 milhões de euros. Porém, documentos apontam evidências de um valor muito maior (94 milhões de euros). A partir de agora, caso realmente seja comprovada a existência da omissão desses valores, Rossel terá de responder: onde foram parar os outros 37 milhões de euros?


A polêmica tem aspectos complexos e são muitos os envolvidos e interessados no negócio. Além de Rossel, o Barcelona também pode acabar sendo punido (na justiça e na FIFA). O pai de Neymar, que foi o responsável pela negociação do jogador, também deverá ser investigado. O próprio craque pode acabar tendo que depor no caso. A Nike é outra envolvida no escândalo. Existem indícios que a marca esportiva poderia ter colaborado com o caso, por ser a patrocinadora do clube e do atleta. Além do mais, Rossel é ex-diretor da marca e já havia sido protagonista em outro escândalo envolvendo Ricardo Teixeira e a CBF.

O Grupo Sonda, que detinha parte dos direitos econômicos de Neymar e o Santos são outros grandes interessados na investigação. Afinal, ambos teriam participação nos 37 milhões de euros que não teriam sido declarados na negociação. Outras fontes apontam que o Barcelona teria desembolsado um valor ao pai de Neymar muito antes da transferência acontecer, visando garantir a participação do jogador no clube catalão. Isso explicaria também o fato de outros clubes (especialmente o Real Madrid) não terem conseguido sucesso em negociar com o prodígio brasileiro. Se a denúncia for verídica, Neymar passaria a ser o 2º jogador mais caro da história do futebol mundial, atrás apenas do galês Gareth Bale. Vai começar a disputa nos tribunais!

0 comentários:

Postar um comentário