quarta-feira, 12 de julho de 2017

Confira a análise da contratação de Alexandre Lacazette, novo atacante do Arsenal

Por: Eduardo Miranda

A grande novidade do Arsenal para a temporada 2017-2018 é Alexandre Lacazette. O técnico/manager Arsène Wenger retirou aproximadamente 53 milhões de euros do cofre para levar o artilheiro do Lyon para Inglaterra. Aliás, essa negociação passar ser a maior da história do clube londrino. Com a permanência ainda incerta de Alexis Sánches, Wenger não pensou duas vezes em garantir um goleador no Emirates Stadium. Manchester United e Atlético de Madrid sondavam o jogador, mas a oferta dos Gunners foi acima da média, ainda mais se levarmos em conta que era apenas o início da janela de transferências na Europa. Mas o que o torcedor do clube quer saber é: qual o retorno que este investimento dará ao time?


Entre os atacantes de alto nível disponíveis no mercado, Alexandre Lacazette, sem dúvida, estava entre os principais nomes. O francês vem empilhando gols nas últimas quatro temporadas. Foram 113 marcados de 2013 para cá. Em 2016-2017, ele fez 37 gols em 45 partidas realizadas. Números que poucos atacantes no mundo possuem. Lacazette atua perto da área e tem na finalização o seu ponto forte. A especialidade da casa é a conclusão precisa com a perna direita, além da combinação entre força física, drible curto e boa técnica. Também sabe jogar de costas para o gol, preparando jogadas para os companheiros. Embora apresente boa movimentação, Lacazette já mostrou que prefere ser o homem de referência. Neste caso, seria difícil imaginá-lo atuando ao lado de Giroud.

Aos 26 anos, Lacazette chega maduro a Premier League, diferentemente das tradicionais apostas de menor valor que Wenger costuma realizar. Após 20 temporadas comandando o Arsenal, o treinador, que renovou o seu vínculo com o clube por mais dois anos, parece disposto a formar rapidamente uma equipe capaz de brigar por títulos importantes. O fraco desempenho em 2016-2017 deixou os Gunners fora da próxima Champions League e a paciência da torcida chegou ao limite. Hoje, antes de iniciar a temporada, é impossível criticar a negociação feita pelo Arsenal. Lacazette é promessa de muitos gols no Emirates Stadium. Em outros tempos, os Gunners perderiam o jogador para um concorrente e outra aposta seria feita. Às vezes é preciso abrir a mão para ganhar títulos. Afinal, dinheiro pode não trazer felicidade, mas ajuda bastante na montagem de um time vencedor. 

0 comentários:

Postar um comentário