in

Nascido para jogar no Santos! Robinho volta para a Vila Belmiro pela terceira vez

Daqui a alguns anos, quando Robinho parar de jogar, haverá
a clássica pergunta: Ele foi um craque? E, antes de responder, teremos que
perguntar, qual Robinho? No Real Madrid, Manchester City, Milan e na própria
Seleção Brasileira, o jogador teve bons momentos, mas nunca chegou a confirmar
tudo que se esperava dele no início da carreira. Entretanto, no Santos, Robinho
foi um monstro
. Sempre que vestia a camisa 7 do peixe, o jogador se
transformava no Super-homem da Vila Belmiro. Seus poderes eram as pedaladas,
gols e jogadas geniais. Agora, em 2014, o jogador volta ao Peixe para realizar
sua 3ª passagem pelo clube, pouco antes de se transferir para o futebol dos Estados
Unidos
.

As eternas pedaladas na final do Brasileiro de 2002
Desta vez, a companhia que
Robinho encontrará no Santos não é tão qualificada como em outro momentos. Os
tempos de Neymar, Ganso, Diego, Elano, Alex… já não existem mais. A única
semelhante reside no fato dos companheiros serem jovens. Essa nova turma de
“Meninos da Vila” ainda precisa mostrar que tem talento. De qualquer
forma, o camisa 7 tem até o fim da temporada para tentar colaborar no
Brasileirão e na Copa do Brasil, duas competições que jogador já conquistou
pelo clube.
Aos 30 anos, Robinho ainda
deve voltar ao peixe por mais uma oportunidade
, quem sabe para encerrar a
carreira
. Aliás, não haveria outro clube em que ele pudesse realizar o feito. Embora
tenha jogado por menos tempo, o caso de Robinho com o Santos se assemelha ao de
Zico no Flamengo. Em outros times, eram bons jogadores. Já no clube onde foram
revelados, foram craques, ídolos máximos da torcida. Não há dúvidas, Robinho
nasceu para jogar no Santos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você achou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Na estreia de James e Kroos, Real Madrid mantém o esquema e abre a temporada com o título da Supercopa

Dispensado pelo Internacional, Ricardo Goulart vira destaque do Cruzeiro e recebe uma chance na Seleção