in

De ‘pipoqueiro’ a melhor do mundo: 11 anos depois, Kaká volta ao São Paulo e quer o título do Brasileirão

11 anos após ter deixado o
São Paulo, Kaká está de volta ao Morumbi. Antes de se apresentar ao Orlando
City-USA
, o jogador defenderá o tricolor até o fim do ano. Para quem não se
lembra, antes do jogador ir para Europa, boa parte da torcida são-paulina o
hostilizava com gritos de “pipoqueiro”, por supostamente amarelar nos momentos
decisivos. Em 2003, Kaká foi vendido ao Milan, onde teve uma carreira
brilhante
, cheia de títulos, inclusive sendo eleito pela FIFA como o Melhor
Jogador do Mundo em 2007
.

A carreira de Kaká teria uma
reviravolta quando ele chegou ao Real Madrid, em 2009. Várias lesões (inclusive
uma grave no joelho) atrapalharam o rendimento do jogador no clube e na Seleção
Brasileira
e ele nunca mais foi o protagonista que costuma ser. À volta ao
Milan, na temporada passada, também foi discreta. Felipão optou por deixá-lo de
fora da Copa do Mundo
.

Aos 32 anos, fica a
expectativa
do que Kaká pode fazer com a camisa do São Paulo em pouco menos de seis
meses. O clube paulista disputará a Copa do Brasil e o Brasileirão no 2º
semestre e o técnico Muricy Ramalho terá um elenco bastante interessante,
principalmente do meio para frente. Kaká deverá formar a dupla de meias com
Ganso e ainda terá a companhia de L. Fabiano, Pato e Kardec. Dificilmente todos
eles atuarão juntos, ainda mais com a fragilidade defensiva que a equipe vinha
apresentando. De qualquer forma, o Brasileirão ganha uma grande atração. Agora,
além de Ronaldinho Gaúcho, temos outro ex-melhor do mundo atuando no Brasil. Além
disso, se Kaká jogar pelo menos um pouco do futebol que tinha, o São Paulo
ganha um reforço importante para o restante da temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você achou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Seleção alemã aposta no entrosamento do Bayern de Munique e tem inspiração em Guardiola

Por 81 milhões de euros, Luis Suárez chega para incendiar o time de “bonzinhos” do Barcelona