in

Após desmanche, Simeone começa a remontar o Atlético de Madrid. Mandzukic é o 1º grande reforço

A excepcional temporada
2013/2014 cobrou um preço alto ao Atlético de Madrid. Com os grandes resultados
(o título da Liga Espanhola e o vice-campeonato da UEFA Champions League), vieram as
valorizações dos principais jogadores do time. Diego Costa, Filipe Luís e Courtois
foram parar no Chelsea-ING; Adrián no Porto-POR; Diego Ribas acertou a transferência
para o Fenerbahçe-TUR, além de Villa, contratado pelo Melbourne City-AUS. Além
disso, outras saídas importantes ainda podem acontecer no atual Campeão
Espanhol. Para manter um time competitivo no retorno da Copa do Mundo e fazer
frente a Real e Barcelona, o técnico Diego Simeone precisará receber peças de qualidade
para remontar o elenco.

O 1º grande reforço da
temporada foi Mario Mandzukic. Peça decisiva do Bayern de Munique nos últimos
anos, o croata não gozava de muito prestígio junto a Guardiola, que prefere
atuar com um esquema sem centroavante fixo. Melhor para o Atlético de Madrid,
que desembolsou 22 milhões de euros no centroavante de 1,87 m e 28 anos. A
reposição à altura de Diego Costa. Aliás, ambos possuem características bem
semelhantes.
Courtois, que foi uma
verdadeira muralha defendendo o gol colchonero, volta de
empréstimo para o Chelsea, a pedido de José Mourinho. O esloveno, Jan Oblak (21
anos), com atuação destacada no Benfica, é o novo dono da posição (16 milhões
de euros
). Guilherme Siqueira, outro jogador do Benfica, chega para o lugar de
Filipe Luís. Miguel Ángel Moyá vem do Getafe para ser o goleiro reserva. Após a
Libertadores da América, Ángel Correa, a jovem revelação do San Lorenzo-ARG, reforçará o setor ofensivo do clube.

Manter o nível de atuação e
os resultados
da última temporada é certamente o maior desafio do Atlético de
Madrid. Simeone ainda deverá contratar mais dois ou três jogadores, isso se nenhum
outro titular importante sair. A dupla de zaga (Miranda e Godín) vem sendo
bastante cobiçada. Koke, Raúl García e Arda Turan também são pretendidos por
outros gigantes da Europa. Após o estrago causado, o primo pobre de Madrid já não
pode ser considerado uma zebra. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você achou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Longe de Messi e Neymar, Alexis Sánchez terá a chance de virar protagonista no Arsenal

Grêmio recorre ao velho Felipão para conquistar novos títulos. A escolha é mais emocional do que técnica