quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Túlio Maravilha chega aos 1000 gols com muito oportunismo, folclore e "mãozinha" da matemática!

Enfim, aos 44 anos de idade e após ter atuado por 29 clubes diferentes, Túlio Maravilha fez o seu milésimo gol no último domingo (08/02/2014). Da mesma forma que Romário e Pelé, também foi de pênalti que o artilheiro da alegria alcançou a marca histórica. Defendendo o Araxá-MG, na segunda divisão do Campeonato Mineiro, o atacante atuará por apenas mais quatro partidas e irá se despedir da carreira de jogador profissional.

Para alcançar a marca histórica Túlio obrigou-se a estender a carreira e jogar pelos mais diversos clubes do Brasil e exterior. Além disso, contou uma “mãozinha da matemática”. O jogador contabilizou gols marcados em amistosos, jogos treinos, partidas festivas e até mesmo quando estava nas categorias de base. A lista de do artilheiro, curiosamente, também apresentou alguns números superiores àqueles registrados oficialmente pelos clubes em que ele defendeu. De qualquer forma, Túlio foi um dos maiores artilheiros do futebol nacional. Sempre bem colocado e finalizando de forma precisa, fez a alegria dos torcedores.

Goiás e botafogo foram os clubes em que Túlio obteve maior sucesso. Foram mais de 300 gols marcados somando os dois clubes, período em que ele acumulou três prêmios de artilheiro do Brasileirão da Série A. O jogador inclusive chegou a defender a Seleção Brasileira, estufando as redes argentinas no polêmico gol de mão (foto) que classificou o Brasil para a final da Copa América de 1995. Também protagonizou a famosa disputa de “Rei do Rio” ao lado de Romário (Flamengo) e Renato Gaúcho (Fluminense).

Além dos 1000 gols, Túlio deixa uma marca de irreverência e alegria no futebol brasileiro. Foi um dos primeiros jogadores a comemorar o gol de forma criativa e original. As declarações cômicas às vésperas de partidas decisivas faziam a alegria dos jornalistas e torcedores. Folclórico, prometia gols. Quase sempre cumpria a promessa. Túlio Maravilha deixa os gramados para ser imortalizado de vez na história do Futebol Brasileiro como o Artilheiro da Alegria. Vale a pena recordar alguns gols dele no vídeo abaixo.

0 comentários:

Postar um comentário