874

   

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

'Caldeirão e camisa' são os trunfos do Nacional contra o Grêmio na estreia da Libertadores 2014

O Grêmio estreia na Copa Libertadores 2014 nesta quinta-feira (13/02/2013) contra o Nacional no Uruguai. O time gaúcho terá pela frente um adversário de qualidade mediana e que já não tem a mesma força de anos passados. Porém, o clube uruguaio possui uma das camisas mais “pesadas” da América do Sul. Tricampeão da Libertadores e do Mundial de Clubes (Copa Intercontinental), os “Albos” têm muita história na competição mais importante das Américas, além de brigarem durante os 90 minutos da partida.

Outro trunfo do Nacional é o local onde será realizada a partida. O estádio Parque Central permite que a fanática torcida fique a poucos metros de distância do gramado, pressionando o adversário ao extremo. Aliás, o campo é um capítulo à parte. Cortado bem rente ao solo, a grama é dura e a bola “fica viva”, dificultando a troca de passes. Não é a toa que o clube vem optando em mandar as suas partidas no Parque ao invés do estádio Centenário.

Álvaro Recoba
A referência técnica da equipe é o experiente e oportunista atacante Alonso, que marcou um dos gols que classificou o time na pré-Libertadores contra o Oriente Petrolero. A outra estrela do time é o também veterano Álvaro Recoba (37 anos). “El Chino”, como é conhecido, já foi o jogador mais caro do mundo, na época em que atuava na Inter de Milão, ao lado de Ronaldo Fenômeno. Sem condições de jogar a partida inteira, Recoba ficará no banco de reservas. Vale lembrar que o meia-atacante ainda bate na bola como poucos jogadores no planeta, por isso, é bom evitar as faltas na entrada da área e os escanteios. Um empate não será mal resultado para a equipe tricolor, já que os próximos dois jogos serão realizados em Porto Alegre. Vai começar a “fumaceira”!

0 comentários:

Postar um comentário

Anúncio