874

   

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

A constrangedora entrevista do "estatístico" Rafael Moura no Inter

Na tarde de ontem (13/1), Rafael Moura, centroavante do Internacional, protagonizou uma constrangedora entrevista coletiva na abertura da pré-temporada em Gramado. Com atuações fraquíssimas e poucos gols marcados desde que chegou ao clube gaúcho em meados de 2012, o jogador tentou justificar seu desempenho através de estatísticas esdrúxulas contendo partidas disputadas, minutos jogados e gols feitos. Ao melhor estilo Tristão Garcia, Rafael Moura divulgou sua média de gols, realizando comparações com seus companheiros de equipe. Ao final da entrevista, o centroavante ainda pediu o carinho da torcida colorada e manifestou a expectativa de realizar uma temporada melhor.

A desesperada tentativa de provar sua eficiência através dos números já demonstra que Rafael Moura é um fiasco no Inter. O jogador foi caro e veio com muita moral para ocupar a vaga de Leandro Damião, que estava sendo negociado com o futebol europeu. A venda não aconteceu e tampouco He-Man conseguiu mostrar um bom futebol. Com a chegada de Abel Braga (que nutre um amor incondicional por Rafael Moura) e a saída de Damião e Scocco, o atacante terá a sua última oportunidade para mostrar que pode ser o goleador que o clube gaúcho precisa. Para isso, ele precisará ficar longe das frequentes lesões e recuperar a forma física dos tempos de Fluminense e Goiás.

Se Rafael Moura, já neste 1º semestre, não reverter a indigesta seca de gols, ele precisará mais do que um simples papel com números para avalizar o seu desempenho. Quem sabe uma tese de mestrado em estatística ou matemática? A torcida colorada certamente prefere um vídeo com vários gols, acompanhado de um título importante. Chega de desculpas!

0 comentários:

Postar um comentário

Anúncio