874

   

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Ronaldinho voltou a ser mortal nas cobranças de falta!

Ronaldinho Gaúcho voltou a ser mortal nas cobranças de falta.

Os adversários do Atlético Mineiro têm uma nova e grande preocupação: Ronaldinho voltou a ser decisivo nas cobranças de falta. O gaúcho, que já havia “engavetado” a bola contra o Botafogo, marcou dois golaços de falta contra o Fluminense pelo Brasileirão. Com a pontaria de R10 mais do que afiada, por via das dúvidas, é melhor que os adversários do Galo não cometam faltas próximas a sua área.

Ronaldinho sempre foi um especialista nas bolas paradas. Mas, durante um bom tempo o seu aproveitamento não andava lá essas coisas. Não basta ter talento para realizar algo com perfeição. Sem a transpiração da prática, o resultado não vem. Agora, o panorama mudou por completo. Segundo os jornalistas que acompanham os treinos do Atlético, Ronaldinho vem treinando cobranças de falta exaustivamente após o treino regular e com excelente margem de acerto.


Os grandes cobradores de faltas da história do futebol foram exemplares na persistência do treinamento. Zico, Neto, Juninho Pernambucano, Maradona, Beckham, Marcelinho Carioca, Rogério Ceni, dentre outros, sempre deixaram claro a necessidade de ensaiar muito nos treinos para quase atingir a perfeição. Aliás, isso não vale só para o futebol. Oscar Schmidt, maior jogador do basquete brasileiro em todos os tempos, afirma que não existe o mito de “Mão Santa”. Ele credita o seu alto percentual de acerto a uma pesada carga de treinamentos durante toda a carreira. Oscar afirma que arremessava mais de 1000 vezes por dia para a cesta após o período normal de treinamento.


Em forma, com confiança e afiado no treinamento, Ronaldinho pode fazer a diferença nas cobranças de falta e escanteio. A bola parada foi um dos trunfos para o Galo vencer a Libertadores deste ano e certamente será utilizada no Mundial de Clubes e no restante do Brasileirão. Aliás, a Seleção Brasileira continua sem um grande cobrador de bolas paradas. Mais um motivo para não desprezar o futebol do gaúcho.

0 comentários:

Postar um comentário

Anúncio