874

   

terça-feira, 30 de julho de 2013

Sob nova direção! Real, Barcelona, United, Chelsea e outros gigantes europeus trocaram de treinador

Mourinho está de volta ao Chelsea
A temporada no futebol europeu começa com um fato que não é muito comum entre os grandes clubes: o alto número de alterações no comando técnico das equipes. Real Madri, Barcelona, Manchester United, Manchester City, Chelsea, Internazionale, Napoli, Roma, Bayern de Munique, Psg... estão estreando novos treinadores. As mudanças foram originadas pelos motivos mais diversos, desde aposentadorias, demissões, melhores propostas de trabalho e até afastamento médico. A verdade é que há muito tempo não tínhamos uma "dança das cadeiras" tão numerosa envolvendo treinadores de futebol nos clubes do Velho Continente. Vamos analisar a “nova ordem” de técnicos nos grandes clubes europeus:

Manchester United: Após 27 anos no comando dos Diabos Vermelhos, Alex Ferguson enfim se aposentou. Quem assume com a responsabilidade de substituir um dos treinadores mais vencedores da história é o também escocês David Moyes. O novo comandante veio do Everton após comandar o clube por 11 anos. Embora Moyes receba um time bem montado e campeão, sem sombra de dúvidas é o que terá a maior responsabilidade pela frente. Ferguson foi um mito no United

Bayern de Munique: Outro que possui uma difícil missão é Guardiola. O espanhol assume o Bayern com a tarefa de manter o clube alemão no topo do futebol mundial. Ele herda o comando do alemão Jupp Heynckes, que ganhou tudo em 2012-2013 e declarou sua aposentadoria no fim da temporada passada.

Real Madrid: Nos merengues é Carlo Ancelotti que passa a dar as cartas. O italiano veio do PSG assume no lugar do polêmico Mourinho, que arrumou todas as confusões possíveis em Madrid. Ancelotti costuma armar seus times de forma mais cautelosa e, certamente, o clube espanhol deve atuar de forma menos ofensiva.

Chelsea: O Português José Mourinho volta a treinar o clube onde é ídolo. Responsável pela montagem do 1º grande time do Chelsea após o clube receber uma bela “injeção” financeira, o “Special One” estará a frente de um grupo jovem e bastante talentoso. Vai querer apagar a imagem ruim que deixou na saída do Real Madrid.

Napoli: O clube italiano perdeu Walter Mazzarri para a Internazionale e acabou optando por Rafael Benítez, que estava no Chelsea. Após fazer boas campanhas no campeonato italiano, o clube quer mais este ano. Apesar de vender o uruguaio Cavani para o PSG, está se reforçando para esta temporada. Higuaín e Callejón são os novos reforços.

Internazionale: Após fraquíssimas campanhas nas últimas temporadas, o clube de Milão trouxe Walter Mazzarri. O treinador realizou ótima camapanha no Napoli e aceitou a proposta para treinar um clube maior, embora em má fase. Sem grandes reforços, a temporada não promete ser muito animadora.

PSG: O clube francês fez de tudo para não perder Carlo Ancelotti. Mas, o técnico optou mesmo pelo Real Madrid. Para o lugar do italiano chegou o Laurent Blanc, ex-zagueiro e treinador da Seleção Francesa. Em início de carreira, Blanc não deixa de ser uma aposta. Assume um time cheio de estrelas e bem montado por Ancelotti.

Manchester City: O clube inglês demitiu o então treinador Roberto Mancini. Embora ele tenha levado o clube à conquista do Campeonato Inglês na temporada 2011-2012, o italiano não resistiu aos fracassos nas Champions League e na última Premier League. Para o seu lugar veio o chileno Manuel Pellegrini, que treinava o Málaga. Pellegrini acumula diversos bons trabalhos na carreira, basta saber se vai sobreviver a pressão. Com o atual elenco, o City tem a obrigação de lutar por títulos.

Roma: O clube italiano resolver apostar no técnico francês Rudi Garcia, que fez ótimo trabalho no Lille, da França. Ele vem para o lugar de Aurelio Andreazzoli. Esta sim é uma verdadeira aposta. O elenco da Roma tem alguns bons nomes e se recuperou na última parte da temporada. Com pouco dinheiro em caixa, o clube precisará ser criativo. Não deve brigar pelo título do Calcio.

Barcelona: O último gigante europeu que anunciou a troca de treinador foi o Barcelona. Por motivo de saúde (câncer) Tito Vilanova foi obrigado a deixar o comando da equipe. Quem assume no Barça é o argentino “Tata” Martino, que estava no Newell's Old Boys. Este é outro que terá a missão de fazer o o time de Messi e Cia engrenar. O time catalão já não é a “mesma criança” que foi em temporadas passadas, principalmente após a saída de Pepe Guardiola. Já chega com o acréscimo de Neymar.

Com as mudanças de comandantes, a forma de jogar das equipes também será alterada. Fica a expectativa nos primeiros jogos da temporada para fazermos uma análise mais minuciosa. De qualquer forma, teremos muitas novidades. E aí, quem você acha que fez a melhor contratação de treinador?

0 comentários:

Postar um comentário

Anúncio