sexta-feira, 14 de junho de 2013

Copa das Confederações: Espanha vem como favorita, mas tem problemas no ataque

Os craques Xavi e Iniesta
Atual campeã da Copa do Mundo e Eurocopa, a Espanha chega ao Brasil como favorita para ganhar a Copa das Confederações. A equipe titular é praticamente a base do Barcelona. Possui o mesmo estilo de jogo, com bastante posse de bola, paciência e troca de passes. Quase não sofre riscos. Porém, finaliza pouco e não costuma marcar muitos gols. Pra falar a verdade, alguns não gostam e até criticam a forma de jogo dos espanhóis. De qualquer maneira, é impossível questionar que o esquema dá resultados.

O grande diferencial da Espanha são os seus volantes e meias. Sobram talentos. Xavi, Iniesta, Silva, Busquets, Mata, Xabi Alonso, Xavi Martínez, Fábregas, Cazorla... um elenco de dar inveja a qualquer outra seleção no mundo. Já no ataque, o treinador Vicente del Bosque precisa “quebrar a cabeça”. Com Fernando torres em péssima fase, na última Euro o comandante escalou a “Fúria” sem atacantes, colocando Fábregas de jogador mais avançado. David Villa, outro que não está bem, pode aparecer como centroavante. Pedro deve ser o 2º atacante. A lesão do titularíssimo, Xabi Alonso, do Real Madri, provavelmente criou a possibilidade de o time espanhol ser escalado com dois atacantes de ofício. Entretanto, não dá para descartar a entrada de outro meia e apenas um homem mais avançado.

Mesmo não praticando um futebol de grande objetividade, a Espanha é sim a favorita ao título. O entrosamento dos jogadores do Barcelona conta muito. A semelhança com a forma de jogo do time catalão é impressionante. Sorte das outras seleções que Messi não optou por se naturalizar espanhol. Aliás, Caso aconteça um Brasil x Espanha, Neymar terá a oportunidade de atuar contra mais da metade dos seus futuros companheiros. Vale ressaltar que a Fúria lidera há anos o ranking da Fifa. O Brasil é apenas o 19º colocado!

0 comentários:

Postar um comentário